No seu primeiro jogo a nível internacional, num momento complicado da eliminatória dos Oitavos de Final, Ederson não tremeu.

bestsellers-mrec

Na baliza desde a lesão de Julio Cesar antes do derby contra o Sporting, já fez dois jogos com maior exigência – Sporting e Zenit ambos fora do Estádio da Luz – e não vacilou tendo sido mesmo importante em ambas as vitórias. Defesas feitas em momentos importantes dos jogos, levaram a equipa encarnada a ter mais confiança para chegar a triunfos.

O reconhecimento chegou da UEFA que incluiu o jovem guardião brasileiro Ederson Moraes no 11 da semana europeia (na Liga dos Campeões). Para a UEFA.com o jovem guarda-redes superou-se a Lodygin (que fez também uma grande exibição), a Trapp e Courtois no mesmo dia e Caastels, Sels, Navas e Szszceny no dia anterior.

Passando a citar o site: “Foi uma estreia memorável a nível europeu do jovem de 22 anos do Benfica, que substituiu Julio Cesar na baliza após a sua lesão, levando à vitória frente ao Zenit”

TOTW8a[1]

Uefa.com

Facebook Comments