Todas as histórias têm uma moral e esta não escapa à regra.

Koubek, guardião do Sparta de Praga, internacional pela Rep.Checa, em comentários após o empate a 3 contra o Brno insultou a assistente que validou um golo que no entender do guardião não devia ter sido validado. Aliás, disse mesmo o seguinte:

As mulheres devem estar na cozinha e não a dirigir um jogo de homens.

Depois destas declarações, este e um colega de equipa acabaram a treinar na equipa principal feminina do clube. Para tal, o director desportivo disse sobre este assunto:

«Ambos os jogadores vão treinar vários dias com as nossas equipas femininas para perceberem que as mulheres podem ser valiosas não apenas na cozinha, mas também no futebol”

Citações retiradas de zerozero.pt

Facebook Comments