M’Bolhi foi figura no Mundial’14 pela Argélia, com prestações de alto nível, mas não tem tido estabilidade ao nível dos clubes.

bestsellers-mrec

Desde então já esteve nos EUA e na Turquia e agora volta a França para uma terceira experiência no país (Marselha B em 2005 e GFCO Ajaccio em 2013). Desta vez irá jogar no Stade Rennes onde irá ser, em teoria, o suplente de Benoit Costil.

O clube francês “perdeu” Nardi que era a segunda opção e assim contratou um guarda-redes experiente para oferecer oposição ao titularissimo Costil, frequentemente convocado para a seleção francesa.

Facebook Comments