É um nome comum para quem aprecia a arte dos guarda-redes, principalmente quem segue de perto a escola alemã nesta posição do campo.

Timon Wellenreuther chegou a ter presenças na Liga dos Campeões com pouco mais de 18 anos de idade, já esteve emprestado ao Maiorca (onde foi um dos melhores da equipa) na segunda liga espanhola e não conseguiu ter oportunidades na equipa principal do Schalke 04. Tapado por Fahrmann, não renovou contrato com o clube alemão e acaba, surpreendentemente, no campeonato holandês a custo zero… mais concretamente no Willem II!

Uma das equipas mais modestas da liga holandesa irá ter um talento em mãos para render, potenciar e quem sabe… vender por um valor “grande” dada a realidade do clube. Para o guardião será um passo atrás para dar dois em frente. Jogar com mais frequência era a sua prioridade neste momento da carreira de forma a evoluir em proporção ao seu potencial. O guardião de 21 anos irá ter assim a sua primeira experiência fora da Alemanha.

Podem ver aqui o nosso “Olheiro UB” quando o guardião ainda era junior (ver aqui). O artigo é de 2014.

A confirmação da contratação aqui

Facebook Comments