Um Super-Amir que foi menos valorizado por existir um Super-Nanu. A exibição segura e decisiva contra o SL Benfica

O Marítimo, a lutar pela manutenção, venceu o SL Benfica, que estava na luta pela renovação do título de campeão nacional, por 2-0 num jogo de grandes emoções e imprevisibilidade.

A primeira parte da equipa “encarnada” foi de grande impacto, principalmente na metade inicial, mas esbarraram num “Super” Amir, guardião da equipa insular que voltou à titularidade – a primeira vez desde o regresso pós-quarentena – e que brilhou… só não foi o melhor em campo, pelo menos recebendo esse prémio, porque existiu um “Super” Nanu que arrasou com duas assistências para golo.

Ficam as grandes acções de Amir, na baliza (com grandes defesas) e nas saídas aéreas:

 

Facebook Comments