Um diamante europeu a lapidar mas de muito rendimento actualmente: “A” noite de Livakovic

Portugal, recém campeão da Liga das Nações, recebeu ontem à noite, e venceu, os vice-campeões mundiais – Croácia – e goleou por 4-1 num jogo de sentido (quase único). Um jogo em que até ao primeiro golo entrar, foi Livakovic (guardião croata do Dinamo Zagreb) a brilhar.

Um guarda-redes com um domínio de espaços curtos muito assinalável mas com um potencial para chegar “além” se for assim estimulado noutros contextos e patamares. O guardião há mais de um ano foi bastante elogiado nas redes sociais por Iker Casillas, que dizia que seria o guarda-redes da próxima geração, e que recomendaria a qualquer clube. Entretanto ainda ninguém o contratou… mas talvez não ande longe esse momento.

O jogo até podia ter como análise o facto de em dois dos golos sofridos ter tido problemas de ajuste lateral (golo Cancelo) ou técnico puro no bloqueio (golo Félix), mas foi tanto aquilo que mostrou por comparação com a exibição paupérrima da selecção croata à sua frente… que merece os devidos elogios.

Um guarda-redes que consideramos um diamante em bruto por lapidar pois aquilo que apresenta é incrível mas de tomada de decisão muito reduzida nos espaços e na complexidade. Domina muito bem a baliza mas fora dela não está tão bem munido de capacidades e valências. E tem todas as condições técnicas e principalmente físicas para isso. Basta ser estimulado e ter o melhor contexto nesse sentido. Mas, se continuar como está, facilmente consegue chegar a qualquer clube de grande renome na Europa e ter rendimento.

Vejam os seus golos sofridos (ver aqui) e as melhores defesas:

Facebook Comments