Não é muito habitual existirem homenagens do género a jogadores, mas quando merecem pelo contributo efectivo a um clube, eles fazem sentido. É o caso do veterano de 39 anos, Kelvin Davis.

Chegou ao Southampton com alguma longevidade, 30 anos, ainda em 2006. O clube não estava na Premier League mas sim na divisão abaixo. Foi ele um dos grandes motores da subida extraordinária do clube sendo praticamente totalista nas suas primeiras épocas com o símbolo do Southampton ao peito. Mas nem toda a caminhada foi de sucesso, pois o clube desceu para a 3ºdivisão de Inglaterra e ele continuou no clube. E esteve presente logo de seguida nas duas subidas de divisão seguidas: de 2010 a 2012.

Irá, a 17 de Maio (dois dias depois do fim da Premier League), ser realizado um jogo de despedida com a maioria dos planteis presentes nessas duas subidas de divisão no inicio desta década.

O guardião diz estar satisfeito por este pedido dos adeptos ter sido aceite pelo clube e que irá ajudar a sua causa contra o Cancro na cidade.